England Blog MondeglieriVimeo Mondeglieriyoutube Mondeglieritwitter MondeglieriFacebook MondeglieriPortuguese English
Editora Mondeglieri
FantasiaJuvenilSuspenseTerror FicçãoComprarNewsMondeglieri

 
Norway

 Eu Quero Acreditar 

 
 

Inteligência extraterrestre, vida extraterrestre que é capaz de pensar.

O trabalho no novo campo da astrobiologia forneceu algumas evidências de que a evolução de outras espécies inteligentes na Via Láctea não é totalmente improvável. Em particular, mais de 3.000 planetas extrassolares foram detectados, e a água subterrânea provavelmente está presente em Marte e em algumas das luas do sistema solar externo. Esses esforços sugerem que pode haver muitos mundos nos quais a vida e, ocasionalmente, a vida inteligente podem surgir. Pesquisas por sinais de rádio ou flashes ópticos de outros sistemas estelares que indicariam a presença de inteligência extraterrestre até agora se mostraram infrutíferas, mas a detecção de tais sinais teria um enorme impacto científico e cultural.
Astrônomos acreditam amplamente na existência de vida extraterrestre desde o trabalho de Nicolau Copérnico, que afirmou que as propriedades e a evolução do sistema solar não são incomuns. Consequentemente, os processos na Terra que levaram à vida e, eventualmente, aos seres pensantes, poderiam ter ocorrido em todo o cosmos.

As suposições mais importantes são:

(1) Planetas capazes de gerar vida são comuns;
(2) A vida surgirá em tais mundos;
(3) O funcionamento da seleção natural em planetas com vida produzirá espécies inteligentes.
Até o momento, apenas a primeira dessas premissas foi comprovada. No entanto, os astrônomos descobriram vários pequenos planetas rochosos que, como a Terra, estão a certa distância de suas estrelas para ter atmosferas e oceanos capazes de suportar a vida. O satélite norte-americano Kepler, lançado em 2009, encontrou milhares de planetas, 30 dos quais são planetas do tamanho da Terra na zona habitável onde a água líquida e que pode-se sobreviver na superfície. Outra abordagem é construir telescópios espaciais que possam analisar a luz refletida das atmosferas de planetas em torno de outras estrelas, em busca de gases como o oxigênio ou o metano, indicadores de atividade biológica. Além disso, as sondas espaciais estão tentando encontrar evidências de que as condições para a vida possam ter surgido em Marte ou em outros mundos no sistema solar, abordando assim a suposição 2. Prova da suposição 3, de que os seres pensantes evoluirão em alguns dos mundos com vida , requer encontrar evidências diretas. Essas evidências podem ser encontros, descoberta de artefatos físicos ou a detecção de sinais.

Procurando por Inteligência Extraterrestre.

No começo do século 20, o astrônomo americano Percival Lowell afirmou ver canais artificialmente construídos em Marte. Estas teriam sido provas convincentes de inteligência, mas as características vistas por Lowell eram na verdade ilusões de ótica.

SETI

O esquema mais promissor para encontrar inteligência extraterrestre é procurar por sinais eletromagnéticos, mais particularmente rádio ou luz, que possam ser enviados para a Terra de outros mundos, seja inadvertidamente (da mesma forma que a Terra vaza sinais de televisão e radar para o espaço) ou um sinal deliberado.

O sinal “Wow”.

Nenhum sinal extraterrestre confirmado foi encontrado pelos experimentos do SETI. Pesquisas antecipadas, que não conseguiam determinar rapidamente se uma emissão era de origem terrestre ou extraterrestre, freqüentemente encontravam sinais candidatos. O mais famoso deles foi o chamado sinal “Wow”, medido por um experimento SETI na Ohio State University em 1977.
A maioria dos experimentos do SETI não transmite sinais para o espaço. Como a distância até a inteligência extraterrestre próxima poderia ser de centenas ou milhares de anos-luz, a comunicação bidirecional seria tediosa. Por essa razão, os experimentos do SETI se concentram em encontrar sinais que poderiam ter sido deliberadamente transmitidos ou poderiam ser o resultado da emissão inadvertida de civilizações extraterrestres.
O sinal “Wow” é o sinal mais forte que já recebemos do espaço, e, portanto, uma prova de nossa capacidade de interpretar com precisão sinais e sons do cosmos. Isso nos dá esperança em nossa tentativa de decodificar as centenas de sinais provenientes de outras estrelas. Afinal, a verdade está lá fora!
 
>>> >>>
 
 
 
 
Livro_Sam

 

Leticia_e_os_Medalhoes_de_Lungore_Livro1

Compre nas melhores livrarias: Exclusivo para livrarias:
Comprar Livros Empório do Livro
   

 

 

 

Facebook MondeglieriVimeo MondeglieriYoutube MondeglieriTwitter Mondeglieri Facebook Mondeglieri Cia dos Livros Mundo da Leitura Mercado Livre Livraria Cultura Submarino Americanas Shoptime Eba Livros